Cidade Alta FM

A Rádio do coração do Povo Diamantense

ADMINISTRADA PELA ADECADI

‘Bombeiro é anjo na vida da gente’, diz mãe que desafogou bebê engasgado após receber orientações pelo telefone

‘bombeiro-e-anjo-na-vida-da-gente’,-diz-mae-que-desafogou-bebe-engasgado-apos-receber-orientacoes-pelo-telefone


Caso aconteceu em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. Bebê de três meses estava afogado com remédio. Bombeiro encontra bebê que ajudou a salvar por telefone
Dois dias após passar minutos desesperadores tentando desafogar o filho engasgado com um remédio, Luana Rodrigues pode agradecer o bombeiro que, por telefone, deu as orientações para que ela realizar as manobras corretas para salvar o bebê de três meses.
“Bombeiro é anjo na vida da gente”, disse Luana, que conheceu o bombeiro Carlos Israel Virgílio, que deu as orientações pelo telefone. Veja acima.
Na manhã de domingo (2), o pequeno Mikael se engasgou e ficou sem respirar ao tomar um remédio.
Sem conseguir desafogar o filho, Luana ligou para os bombeiros. Pelo telefone, o bombeiro fez as orientações para desafogar a criança. Ouça abaixo a ligação.
Pelo telefone, bombeiro ajuda a desafogar bebê engasgado com remédio, em Ponta Grossa
Mãe: Por favor, me ajuda a desafogar meu filho, ele tem três meses
Bombeiro: O que aconteceu com ele, senhora?
Mãe: Ele foi tomar um remedinho e se afogou.
Bombeiro: Senhora, faz o seguinte. Preste atenção em mim. Pegue ele no colo, sente em uma cadeira, coloque o peito dele no seu antebraço, segurando no queixinho dele.
Mãe: Tá.
Bombeiro: Dá três tapinhas nas costas dele. Deixe a cabeça mais baixa e dá três tapinhas nas costas dele.
Após um tempo repetindo os movimentos, é possível ouvir o choro da criança ao fundo da ligação, voltando a respirar.
Segundo o Corpo de Bombeiros, 48 casos como este foram registrados em Ponta Grossa desde o começo de 2021.
Alívio
Mesmo após desengasgar, uma ambulância foi até a casa da família verificar a saúde do bebê. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas foi liberado em alguns minutos.
Dias depois da ocorrência, com Mikael bem de saúde, a mãe relembra com alívio do que passou.
“Pra nós foi o pior dia das nossas vidas, mas depois que eu vi o choro dele quando ele voltou, foi um choro de alívio. Não tem nem explicação. Foi como se tivesse nascido outra vez”, comemora a mãe.
Bebê de três meses está bem após salvamento pelo telefone, em Ponta Grossa
Reprodução/RPC
VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR
Veja mais notícias da região em G1 Campos Gerais e Sul

Share

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin