ADMINISTRADA PELA ADECADI

Avô fica com R$ 248 em conta após neta furtar R$ 179 mil para gastar no ‘Jogo do Tigrinho’, diz delegado

A neta dele, de 22 anos, foi presa suspeita de usar o dinheiro no “Jogo do Tigrinho”, uma espécie de caça-níquel.

Segundo o delegado Gabriel Stecca, que investiga o caso, ela deve responder por furto qualificado mediante fraude e abuso de confiança.

O g1 tenta contato com a defesa.

Câmeras internas de banco registraram suspeita fazendo as movimentações — Foto: Reprodução

A descoberta

De acordo com o delegado, o idoso desconfiou que havia algo de errado quando, ao ver os extratos bancários, notou uma diferença de mais de R$ 179 mil.

No começo deste ano, ele registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) na Polícia Civil, que instaurou uma investigação.

O inquérito comprovou, por meio dos mesmos extratos, que no dia 18 de setembro de 2023 havia R$ 179 mil na conta da vítima.

No dia 31 de outubro, o saldo diminuiu para apenas R$ 248. Ao analisar as contas da neta, a polícia identificou diversas transferências da conta do avô para a dela no mesmo período.

Em depoimento, a jovem negou o crime. Durante audiência de custódia, a Justiça manteve a prisão preventiva dela.

O processo tramita em segredo de justiça.

‘Economia de uma vida inteira’

Segundo o delegado, o idoso disse que havia economizado o dinheiro durante a vida inteira, e que ficou surpreso ao descobrir que a neta é suspeita do furto.

Ele também contou à polícia que queria usar o dinheiro na aposentadoria.

Mais assistidos do g1 PR