ADMINISTRADA PELA ADECADI

Caravana Paraná Unidos pelas Mulheres vai fortalecer políticas públicas femininas no Estado


A Caravana Paraná Unido Pelas Mulheres, lançada nessa segunda-feira (29), pelo Governo do Estado, vai percorrer todas as regiões do Paraná para auxiliar as administrações municipais a montarem estruturas de gestão próprias focadas nas mulheres. Na abertura do lançamento do projeto, a deputada cantora Mara Lima (Republicanos), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa, comemorou a conquista. “Essa vai ser uma porta de entrada de reivindicações da mulher paranaense e, aí sim, com todo esse apanhado, a gente vai poder fazer políticas públicas efetivas voltadas para as mulheres. Como presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres, percebo, diariamente, a necessidade da atenção dos gestores públicos às causas femininas ”.O projeto é coordenado pela Secretaria de Estado da Mulher e Igualdade Racial (Semi), em parceria com os municípios, explica a secretária Leandre Dal Ponte. “Quem sabe o que a cidade precisa é quem vive nela, então ter um órgão específico de interlocução com o município fortalece as políticas públicas para mulheres, que atualmente ainda são trabalhadas de forma isolada”, afirmou.“É um grande pacto em defesa das mulheres, mas além da proteção, queremos possibilitar a independência financeira e o fortalecimento delas, para que tenham cada vez mais espaço no campo profissional, político e em todos os aspectos da vida, fazendo com que o Paraná também seja uma referência para o Brasil na atenção ao público feminino”, concluiu o governador Carlos Massa Ratinho Junior.Ao todo serão dez encontros realizados com o apoio da AMP, Associação dos Municípios do Paraná, e demais associações municipais regionais. O primeiro, em Curitiba, aconteceu logo após o lançamento do programa. Os próximos eventos estão marcados para os dias 15 de junho, em Cascavel, e 16 de junho, em Francisco Beltrão. Entre os assuntos em pauta está a discussão sobre um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que estabelece como meta alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. Em todas as reuniões serão apresentados modelos de governança de política para mulheres, orientações para a criação dos órgãos gestores, em especial a instauração do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a formalização do Fundo Municipal da Mulher para o repasse direto de recursos do Estado para as prefeituras.De Costa Oeste