ADMINISTRADA PELA ADECADI

Empresário que atirou cinco vezes em suspeito armado no Paraná agiu em legítima defesa, afirma delegado

A afirmação é do delegado Lucas Andraus, responsável pelo inquérito. O caso aconteceu na tarde da última quinta-feira (13), em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná.

Imagens de uma câmera de segurança da loja de celulares do empresário. Usando um capacete, o suspeito entra na loja e anuncia o assalto.

O empresário, sentado atrás de um balcão, pega a arma que estava na cintura dele, destrava e atira contra o rapaz.

“A conduta dele (empresário), de acordo com as informações colhidas até então, mostrou-se amparada pela legítima defesa, ou seja, causa de exclusão de ilicitude”, comentou o delegado.

Arma estava regularizada

De acordo com o delegado, a arma usada pelo empresário é registrada.

Empresário reage a assalto e dá cinco tiros em suspeito armado — Foto: Reprodução

“Ele repeliu o comportamento criminoso com moderação, ou seja, de modo proporcional à agressão que era sofrida, porque, tão logo cessado o comportamento criminoso, ele também interrompeu os disparos com a sua arma de fogo”, avaliou Andraus.

As armas dele e do suspeito foram recolhidas pela polícia para serem periciadas.

A investigação

Além do empresário, também estavam na loja de celulares o irmão e a esposa dele. Ninguém ficou ferido.

Eles prestaram depoimento e foram liberados.

O suspeito baleado permanecia internado no Hospital Universitário da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) até a última atualização desta reportagem.

Segundo o delegado, ele está sob escolta policial e será encaminhado para a cadeia pública quando receber alta.

O homem tem passagem pela polícia e chegou a ser preso por tráfico de drogas.

Polícia Militar recomenda às pessoas nunca reagirem a assaltos

A orientação da PM é que as vítimas acionem a polícia por meio do telefone ou aplicativo e descrevam características do suspeito, além de informar o horário e local do crime.

Mais assistidos do g1 PR