ADMINISTRADA PELA ADECADI

Foz do Iguaçu tem grande potencial para ser destino turístico náutico, diz ministro do Turismo


Foz do Iguaçu (PR) entrou definitivamente no circuito de grandes eventos do turismo náutico. Na tarde desta quinta-feira (23), o ministro do Turismo, Celso Sabino; o ministro da pasta do Uruguai, Tabaré Viera Duarte; e o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri, participaram da abertura do Internacional Boat Show 2023, versão inédita do maior evento do setor náutico brasileiro, pela primeira vez realizado em águas doces, no Iate Clube Lago de Itaipu (Icli), em Foz do Iguaçu.Paralelamente ao encontro, ocorre nesta sexta-feira (24), às 9 horas, a abertura do Congresso Internacional Náutica Edição Especial Lago de Itaipu, no Wish Resort Golf, em Foz, também com a presença do diretor-geral brasileiro, prefeitos da região e outras autoridades. O objetivo é discutir o potencial de investimentos nas práticas de esportes aquáticos, de lazer e outras atividades no reservatório da usina de Itaipu, também conhecido como Lago de Itaipu.O Turismo Náutico é caracterizado pelo contato com a água – salgada ou doce – e está ligado à navegação. O segmento gera desenvolvimento de um ciclo autossustentável, com geração de renda e grandes oportunidades de negócios. Atualmente, a participação desse setor no PIB brasileiro é de 0,02%, mas o potencial a ser explorado é enorme. Tanto Celso Sabino quanto Enio Verri destacaram a potencialidade do Destino Iguaçu dentro desse segmento, que vem crescendo cada vez mais no mundo inteiro. Segundo o ministro, Foz é privilegiada. “Nessa região, nós temos atrativos belíssimos, incomparáveis. Estão aqui as Cataratas do Iguaçu, o maior conjunto de quedas d’água do mundo, com a maior vazão de água do planeta. Um lugar belíssimo”, elogiou. E acrescentou: “todos têm que conhecer esse lugar, que além de tudo, abriga a usina de Itaipu e possui um lago com múltiplas possibilidades de atrair o turismo náutico. O Governo Federal vai ajudar no que for possível”.O ministro do Uruguai elogiou muito Foz do Iguaçu e disse que quer levar para o país vizinho algumas práticas desenvolvidas no turismo da região de fronteira. “Gostei muito do que vi aqui. São projetos muito atrativos”, comentou. Segundo o diretor-geral brasileiro, o Lago de Itaipu é subaproveitado turisticamente. “Nós podemos fazer daqui um grande espaço de atração turística e também de geração de emprego e renda." No reservatório da usina, destacou, é possível fomentar a prática de esportes náuticos, o que inclui a pesca profissional e amadora. "Com certeza, nós vamos sair daqui com importantes decisões para fomentar ainda mais o turismo nessa região.”O município de Santa Terezinha de Itaipu, vizinho a Foz do Iguaçu, foi elogiado por Enio Verri, por ter “um olhar adiante” sobre as possibilidades do turismo náutico. Como exemplo, citou que “uma pequena empresa de construção de barcos já gera ali 42 empregos. Então, utilizar o lago para investimentos, que é o caso agora da política do Boat Show, é fundamental.”"Itaipu apoia essa iniciativa e entendemos que o que está acontecendo em Foz de Iguaçu é um momento muito importante de desenvolvimento do turismo náutico. Espero que esse encontro marque uma política de desenvolvimento do setor, com maiores investimentos e, consequentemente, melhore ainda mais a qualidade de vida de nossa região”, completou.Para o presidente do Grupo Náutica, Ernani Paciornik, a ideia de promover o evento em Foz do Iguaçu é para desenvolver o mercado e potencializar, nauticamente, um dos principais pontos turísticos do Brasil mais importantes, já que o município, caracterizado por sua diversidade cultural, é o segundo destino turístico mais procurado por brasileiros. “A ideia é povoar o lago com boas práticas do turismo”, finalizou.Participaram ainda do evento o chefe do Estado-Maior do Comando do 8º Distrito Naval, capitão de Mar e Guerra Burlamaque; o secretário de Turismo do Paraná, Márcio Nunes, representando o governador Carlos Massa Ratinho Júnior; e o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, e o diretor de Turismo do Parque Tecnológico Itaipu, Yuri Benites.De Costa Oeste