ADMINISTRADA PELA ADECADI

Golpistas compram chips pré-pagos de celular com CPF de vítimas para cometer crimes; veja se o seu documento foi usado


Golpistas estão comprando linhas pré-pagas de celular para cometer crimes usando dados clonados de vítimas, como o CPF. Diante disso, cinco operadoras criaram o serviço "Cadastro Pré-pago", que permite que consumidores chequem se existem contas pré-pagas criadas sem autorização.A plataforma envolve consulta nas empresas Algar, Claro, Sercomtel, TIM e Vivo. Para fazer a checagem, siga o passo a passo abaixo:Acesse a plataforma clicando aqui.Na tela “Consulta” digite o seu CPF e clique em consultar.Caso haja linha pré-paga ativa em alguma operadora para o CPF consultado, o resultado trará a relação das empresas.Caso não possua linha pré-paga ativa em nenhuma operadora, aparecerá a mensagem “O CPF consultado não possui linha pré-paga ativa nas Prestadoras Participantes”.Se houver alguma linha desconhecida, a orientação é para que o consumidor procure a operadora indicada no resultado da busca e solicite o cancelamento imediato da linha.Confira, a seguir, os contatos das operadoras:Algar: 1055Claro: 1052Sercomtel: 1051Tim: 1056Vivo: 1058Os dados disponíveis na plataforma são atualizados a cada 30 dias pelas operadoras.De Costa Oeste