ADMINISTRADA PELA ADECADI

Governador confirma liberação de R$ 72,4 milhões para famílias paranaenses investirem na casa própria, Diamante D’Oeste será beneficiado com 30 casas

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta sexta-feira (17), no Palácio Iguaçu, a liberação de R$ 72,4 milhões para facilitar a compra da casa própria por famílias paranaenses de 75 municípios. Por meio do programa Casa Fácil Paraná, coordenado pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), o Governo do Estado repassa R$ 15 mil por família para custear parte do valor de entrada do imóvel financiado.

Acompanhado do presidente da Cohapar, Jorge Lange, o governador destacou a importância do programa. ”O Casa Fácil é o maior programa habitacional do Brasil, realizado graças à parceria do Governo do Paraná e do Governo Federal, pela Caixa Econômica Federal. São 33 mil casas que nós estamos construindo praticamente em todos os municípios do Paraná”, disse.

Podem pleitear o benefício famílias que possuem renda mensal de até três salários mínimos, o que equivale atualmente a R$ 3.636. Os descontos são oferecidos em unidades habitacionais de empreendimentos construídos pela iniciativa privada cujos projetos passaram por processo de habilitação via chamamento público da Cohapar. Nesta modalidade serão subsidiadas 1.592 casas em 15 municípios, com investimento do Estado de R$ 23,9 milhões.

Outra linha de trabalho do programa é desenvolvida em parceria com os municípios. Para isso, como contrapartida para a viabilização das obras, as prefeituras ficam responsável pela doação das áreas onde os empreendimentos serão construídos. A isenção do custo dos terrenos impacta diretamente na redução do valor dos imóveis, o que facilita o acesso aos financiamentos pelas famílias de menor poder aquisitivo. Essa ação vai contemplar 3.236 moradias em outros 60 municípios, com o repasse de R$ 48,5 milhões em subsídios. Nova Londrina, Paiçandu e Prudentópolis contam com empreendimentos nos dois formatos.

Somam-se a estes benefícios descontos progressivos do governo federal através do programa Casa Verde e Amarela, que variam de acordo com a renda familiar e o porte do município, além da possibilidade do uso do saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para abatimento do valor de entrada e das prestações.

“É um projeto fantástico que gera empregos e realiza sonhos”, afirmou o governador.

O presidente da Cohapar destacou a relação do programa com a geração de novos postos de trabalho no Estado. “A construção civil é uma das áreas que mais gera empregos no Paraná. Para cada unidade construída, são criados três empregos. Quando ajudamos a viabilizar 33 mil casas, estimulamos a geração de mais de 100 mil oportunidades de trabalho no Paraná”, acrescentou.

Diamante D’Oeste será beneficiado com a construção de 30 casas e contará com a contrapartida do município que fará a doação do terreno e infraestrutura necessária no local para a devida construção.

De acordo com o prefeito Guilherme Pivatto Junior, essa é mais uma importante conquista para o município que aos poucos está reduzindo o déficit habitacional, proporcionando uma melhor moradia e consequentemente mais qualidade de vida para os munícipes.

 

CASA FÁCIL – Criado em 2021 com a meta de atender 30 mil famílias com subsídios habitacionais, o programa já liberou recursos para quase 22 mil imóveis, até o momento. O dinheiro é repassado pela Cohapar diretamente à Caixa Econômica, que após a aprovação de crédito e assinatura do contrato aplica o desconto no valor financiado diretamente ao comprador.