ADMINISTRADA PELA ADECADI

Homem acusado de mandar matar a ex-namorada com soda cáustica em Jacarezinho está preso por roubo de celular

Mesmo dentro da cadeia, ele teria ordenado que a atual companheira matasse Isabelly Aparecida Moro, de 22 anos, com quem teve um relacionamento.

A jovem ficou 17 dias internada após ter sido atingida pela soda cáustica, mas conseguiu se recuperar e não teve sequelas. A acusada do crime, Débora Custódio, foi presa.

Segundo o Ministério Público, ela trocou mensagens com Marlon, que foi denunciado e virou réu por tentativa de homicídio. A defesa disse que vai recorrer da decisão.

Homem acusado de ser mandante de ataque com soda cáustica é condenado por roubo

Homem acusado de ser mandante de ataque com soda cáustica é condenado por roubo

De acordo com o inquérito da Polícia Civil, Marlon e o irmão dele se envolveram em uma confusão em um posto de combustíveis de Jacarezinho.

Imagens de câmeras de vigilância, obtidas pela polícia durante a investigação, mostram ele descendo com um pedaço de madeira para agredir um homem.

A polícia acredita que, após as agressões, Marlon roubou o celular da vítima e em seguida fugiu com o irmão. Os dois foram presos.

Marlon Ferreira Neves, acusado de ser o mandante do ataque com soda cáustica — Foto: Reprodução/RPC

Em depoimento, ele negou a autoria do roubo. Disse que foi ao posto buscar o irmão, e que a briga teria começado porque algumas pessoas o teriam desrespeitado.

Marlon e o irmão foram condenados a 7 anos e 5 meses pelo crime. Eles poderão recorrer da sentença, mas vão continuar presos.

Acusado de ser o mandante

Jovem é atacada com ácido no meio da rua no norte do Paraná — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

O Ministério Público afirma que, mesmo dentro da cadeia, ele ordenou que Débora matasse Isabelly. A Promotoria chegou a esta conclusão após analisar áudios e mensagens trocados pelo casal.

No dia 22 de maio, Débora jogou soda cáustica em Isabelly. Ela usava uma peruca e fugiu após o ataque. Acabou presa pela Polícia Militar (PM) dias depois, e confessou o crime.

Mais assistidos do g1 PR