ADMINISTRADA PELA ADECADI

Homem em situação de rua no Paraná recupera na Justiça cachorro que foi para adoção: ‘Ele é a minha família’

Animal se separou do tutor após ser atropelado por carro. Defensoria Público atuou para que ele fosse devolvido ao tutor.


Homem em situação de rua consegue na justiça recuperar cachorro que foi para adoção

Homem em situação de rua consegue na justiça recuperar cachorro que foi para adoção

Carlos Merlini, que vive em situação de rua em Curitiba, no Paraná, conseguiu na Justiça o direito de ficar com o cachorro que o acompanha. O animal, que tem seis meses, foi batizado pelo tutor como “Rocky”.

Foram 17 dias de separação até o reencontro. Em maio deste ano, o cachorro foi atropelado enquanto atravessava uma avenida da capital paranaense.

O motorista que atropelou “Rocky” não parou para prestar socorro e foi embora. Comerciantes da região onde o acidente aconteceu acionaram o serviço de proteção animal da Prefeitura de Curitiba.

Carlos e o cachorro “Rocky” — Foto: Reprodução/RPC

O cachorro teve fraturas nas costelas e ficou internado.

“Eu senti um negócio ruim, achei que ele tinha morrido. Bateu uma tristeza aí. Eu fiquei desesperado”, contou em entrevista à RPC.

Carlos é natural de Bandeirantes, no norte pioneiro do Paraná, e há 10 anos vive em situação de rua. Buscou informações sobre o paradeiro do animal, e descobriu que ele tinha sido encaminhado para um abrigo público e encaminhado para adoção.

O tutor procurou a Defensoria Pública do Paraná, que entrou com o pedido para que “Rocky” fosse devolvido.

O juiz responsável pelo caso acatou os argumentos da ação, e entendeu que o cachorro fazia parte de uma “família multiespécie”.

De acordo com a defensora Regiane Garcia de Souza, o termo se refere a um núcleo familiar que envolve a pessoa humana e os animais de estimação dela.

Final feliz

A prefeitura foi notificada da decisão e devolveu “Rocky” a Carlos, que relembra com alegria o reencontro dos dois.

“Na hora que trouxeram ele, eu saí correndo daqui e fui encontrá-lo. Ele (cachorro) já escutou que era eu, já latiu um pouco, já correu. O pessoal fez a festa. Senti que tiveram por mim. O Rocky é a minha família”, afirmou.

Mais assistidos do g1 PR