ADMINISTRADA PELA ADECADI

Indústria garante produto com qualidade sanitária e que atenda às necessidades dos consumidores


Com plantas modernas, seguindo rigorosos padrões de qualidade e com o conceito de sustentabilidade e automação, Frimesa fornece produtos com segurança alimentarUma das etapas da cadeia produtiva da suinocultura é a industrialização, sendo responsável pelo recebimento da matéria prima e a transformação. As duas plantas frigoríficas da Frimesa possuem estrutura adequada aos requisitos de produtividade e aos rígidos padrões de qualidade sanitária e de segurança alimentar. Para o Presidente da Frimesa, Elias Zydek, essa é uma fase muito importante. “A Frimesa faz parte do conjunto de toda a cadeia produtiva dos suínos, cabendo a ela, o recebimento dos suínos que são a matéria prima, transformação, produção de derivados e comercialização. A industrialização é uma das fases muito importantes, onde levamos em conta a questão da sanidade para garantir um produto íntegro ao consumidor e também da tecnologia, com indústrias modernas, tendo conceito de sustentabilidade e automação, para garantir que o produto seja seguro, de qualidade e que atenda às necessidades dos consumidores”, enfatiza Elias.Os veículos utilizados no transporte dos alimentos estão de acordo com as exigências sanitárias, com rastreadores, sensores de temperatura e monitoramento da abertura de portas.O armazenamento nos centros de distribuição passa por frequentes auditorias, devendo atender a requisitos como: qualidade e segurança, melhoria contínua e proteção do produto.Uma das preocupações da Frimesa é com o meio ambiente, desenvolvendo ações constantes visando a sustentabilidade ambiental, conforme cita o Presidente: “A Frimesa tem uma preocupação muito grande com o meio ambiente e visando as gerações futuras, realizamos grandes investimentos nesta área, demonstrando nossa preocupação com a sustentabilidade ambiental”, encerra Zydek.De Costa Oeste