ADMINISTRADA PELA ADECADI

Megaoperação mira associação criminosa de traficantes e fornecedores de drogas em sete cidades do Paraná

Operação também tem alvos em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Foram expedidos 174 mandados judiciais, incluindo 74 de prisão e 100 de busca e apreensão. Operação mobiliza mais de 500 policiais.


Megaoperação mira associação criminosa de traficantes e fornecedores de drogas em seis cidades do Paraná — Foto: PCPR

As polícias Civil e Militar do Paraná realizam uma megaoperação nesta quarta-feira (26) com o objetivo de desarticular uma associação criminosa que atua no tráfico de drogas em Palmas, na região sul do Paraná.

De acordo com as polícias, entre os alvos está fornecedor de drogas de Palmas que movimentou mais de R$ 6 milhões durante as investigações. O nome dele não foi divulgado.

A operação também cumpre mandados em Chapecó e São Domingos, em Santa Catarina; e Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul.

Ao todo foram expedidos 174 mandados, sendo 74 de prisão preventiva e temporária e 100 de busca e apreensão. Quinhentos policiais foram mobilizados.

Segundo a Polícia Civil, a megaoperação também busca a descapitalização das associações criminosas.

“Foram decretadas medidas de sequestro de bens contra 22 integrantes, visando enfraquecer financeiramente a estrutura dos grupos.”

Crimes investigados

Megaoperação mira associação criminosa de traficantes e fornecedores de drogas em seis cidades do Paraná — Foto: PCPR

Os crimes investigados incluem tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

De acordo com a Polícia Civil, a operação é resultado de 20 investigações distintas, que duraram cerca de um ano.

“A operação mira desde grandes fornecedores até pequenos traficantes, demonstrando a abrangência das investigações”, afirma a Polícia Civil.

Até a publicação desta reportagem, os nomes dos alvos e a quantidade de prisões efetuadas não foram revelados.

Vídeos mais assistidos do g1 PR: