ADMINISTRADA PELA ADECADI

Pavilhão da Ceasa em Curitiba pega fogo

Um dos pavilhões da Central de Abastecimento (Ceasa), em Curitiba, pegou fogo no fim da noite de quinta-feira (6). Ninguém ficou ferido.

O local, que comercializa frutas, verduras e hortaliças para no estado, é sede para mais de 400 empresas de produtores.

Na manhã desta sexta (7), as chamas estavam controladas, mas o Corpo de Bombeiros continua atuando no rescaldo do local para evitar novos focos de fogo.

A RPC apurou que, apesar do incêndio, o atendimento na Ceasa não está comprometido e outros sete pavilhões continuam funcionando.

No pavilhão atingido pelo incêndio, salas que eram usadas por comerciantes ficaram destruídas. Parte da estrutura cedeu e alimentos foram destruídos.

O presidente da Ceasa, Éder Eduardo Bublitz, disse que não há chance de desabastecimento por conta do incêndio, nem aumento de preços. O prejuízo no pavilhão ainda não foi contabilizado.

“Houve grandes danos financeiros que a gente vai recuperar. A Ceasa está funcionando normalmente. Em torno de 20 empresas foram afetadas por esse incêndio. Nós temos aqui 423 empresas. A população pode ficar despreocupada.”

Até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre as causas do acidente, que devem ser investigadas pela Polícia Civil (PC-PR).

*Reportagem em atualização.

Comerciantes realocados

De acordo com o presidente da Ceasa, os comerciantes que atuavam no pavilhão afetado foram realocados de forma provisória.

“A principal mensagem que a gente passa desde ontem: danos materiais a gente consegue recuperar. A gente tem que arregaçar as mangas, trabalhar e reconstruir.”

Vídeos mais assistidos do g1 PR: