ADMINISTRADA PELA ADECADI

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios está com inscrições abertas


Estão abertas as inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que tem como objetivo reconhecer histórias de mulheres empreendedoras e servir como inspiração para outras investirem em seus sonhos e acreditarem em seu potencial empreendedor. As interessadas têm até o dia 31 de julho para se inscrever. Podem participar mulheres com mais de 18 anos de idade, proprietárias de pequenos negócios, microempresas ou microempreendedoras individuais (MEI) e produtoras rurais que possuam inscrição estadual de produtor, número do Imóvel Rural na Receita Federal (NIRF) ou declaração de aptidão (DAP) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) ou que explorem atividade pesqueira e possuam registro no Ministério da Pesca.Na última edição, realizada no ano passado, a vencedora nacional, na categoria Microempreendedora Individual (MEI), foi a paranaense, de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, Maria Cristina Cavassin. “Concorri ao Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2022, descrevendo minha trajetória de 39 anos como profissional da área da beleza. Nunca imaginei chegar à final. Venci as etapas estadual, regional e nacional. Acredito que essa conquista se deu por meu espaço, o Spazio Cris, ser uma incubadora de talentos, onde as pessoas passam por aqui para qualificar a mão de obra e aprender a gerir seu negócio”, diz Maria Cristina. Segundo ela, a repercussão do Prêmio alavancou o desejo de oficializar uma escola profissionalizante dentro do seu espaço, com a qualificação de mão de obra, despertando o empreendedorismo como evolução na carreira. Conforme a gestora de Empreendedorismo do Sebrae/PR, Janaína Nardin Dib, na etapa estadual, realizada no ano passado, participaram 203 empreendedoras. “Vejo o Prêmio como inspiração para quem está empreendendo. São mulheres que encararam o desafio de empreender, superaram muitos desafios e obstáculos, alcançaram o sucesso e, agora, servem como exemplo”, comenta. Janaína explica que, no Prêmio, são avaliadas as técnicas de gestão adotadas pelas inscritas, a inovação, a sustentabilidade dos negócios, entre outros. A análise do relato da história também vai considerar os desafios para abrir o empreendimento, participação ativa nos negócios, perseverança e superação, lições aprendidas, contribuição para o desenvolvimento de outras empreendedoras da sua comunidade, entre outras. Todos os detalhes do julgamento e da avaliação das inscrições estão informados no regulamento do Prêmio.“Queremos mostrar, por meio do Prêmio, quantas barreiras as mulheres vencem para empreender, mas que, ao mesmo tempo, conseguem ter independência financeira, são protagonistas de suas histórias, além do papel social do empreendedorismo”, pontua a consultora.EtapasNesta edição, as participantes podem concorrer em três categorias: Microempreendedora Individual (MEI), Pequeno Negócio e Produtora Rural. A primeira etapa será estadual, em agosto, com a escolha de até três candidatas de cada unidade federativa, em cada uma das categorias. As vencedoras da fase estadual serão avaliadas por um júri regional, formado por colaboradores do Sebrae e especialistas em empreendedorismo e pequenos negócios. A etapa regional, em outubro, será eliminatória para a fase nacional e não prevê premiação ou divulgação.Por fim, a etapa nacional será em novembro, quando se comemora o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, em Brasília (DF), e terá a participação das 15 vencedoras regionais, correspondentes a três vencedoras por categoria para cada uma das cinco regiões do País, que estarão automaticamente classificadas para a grande final da premiação. Além dos troféus, as vencedoras da etapa nacional, no primeiro e segundo lugares de cada categoria, vão ganhar um smartphone de última geração. O terceiro lugar de cada categoria receberá um tablet também de modelo mais recente. Todas as nove ganhadoras nacionais vão participar de uma missão técnica nacional de capacitação, com passagens e diárias custeadas pelo Sebrae. Em 2022, o Prêmio ultrapassou 3 mil inscrições, com representantes de todas as regiões do Brasil.Em 2022, as vencedoras da etapa estadual foram Micheli Cerutti, na categoria Pequenos Negócios, da empresa Pomare Empório, de Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná; na categoria Microempreendedora Individual (MEI), a empresária Maria Cristina Cavassin, do Spazio Cris, de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba; na categoria Produtora Rural, quem ganhou o prêmio foi Franciele Rechembach Haselbauer, da empresa Rancho Fundo, localizada em Salgado Filho, região sudoeste do estado.InscriçãoPara se inscrever gratuitamente, basta acessar o site do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios e preencher o formulário eletrônico, bem como enviar o link para o vídeo com pitch (apresentação rápida) da empreendedora candidata.De Costa Oeste