ADMINISTRADA PELA ADECADI

Psiquiatra lista 06 dicas para ajudar na sua saúde mental em 2024


Dra Maria Fernanda Caliani, psiquiatra, especialista em terapia cognitiva comportamental, ressalta a importância da saúde mental e dá dicas essenciais para começar o ano com equilíbrio na vida pessoal.Antes, fique atento (a) com esses alertas que a psiquiatra listou:- Reações desproporcionais a acontecimentos negativos ou positivos;- Intolerância e se irritar com facilidade; -Problemas para dormir ou crises de insônia frequentes, que prejudicam o desempenho das atividades diárias;- Descontrole emocional;- Dores inexplicáveis pelo corpo;- Uso de alguma substância (seja álcool ou alguma droga) que traga problemas no seu dia a dia;- Comportamentos compulsivos, ou rituais repetidos;- Dificuldades de concentração, em manter o foco ou tomar decisões;- Medo de coisas e situações inofensivas como andar de avião, enfrentar multidões, pegar elevadores;- Pensamentos autodestrutivos como pensar em morrer, ou mesmo se machucar. Este é um sinal de alarme que não deve ser ignorado. Você deve agir imediatamente, procurando ajuda.“Qualquer indivíduo pode ser acometido por transtornos mentais que o levam a situações dramáticas que o impedem de viver uma vida normal. Por isso, é muito importante buscarmos o equilíbrio de nossa mente e corpo, incluindo nossos sentimentos e emoções. Como lidamos com essas emoções é o que determina como está a qualidade da nossa saúde mental. E isso tem a ver tanto com sofrimento quanto com felicidade”, ressalta Dra. Maria Fernanda.Anote as 06 dicas para ajudar na melhora sua qualidade de vida e sua saúde mental:- Tenha hobbies terapêuticos;- Se permita ter mais contato com a natureza;- Aprenda a rever prioridades, a mudar o foco e valorizar o que realmente importa, onde você de fato deve direcionar sua energia;- Invista nas pessoas que você consegue ter um vínculo social mais profundo;- Pratique atividade física, tenha uma dieta saudável e cuide da qualidade do sono;- Busque ajuda especializada se for necessário. Pedir ajuda não é sinal de fraqueza!De Costa Oeste