ADMINISTRADA PELA ADECADI

Santa Helena vai receber a Operação Paraná III com Militares do Exército Brasileiro e exterior


Está previsto para ocorrer de 12 à 18 de agosto, mais uma edição da Operação Paraná III organizada pelo Exército Brasileiro. As cidades de Santa Helena, Missal, Itaipulândia, Medianeira e São Miguel do Iguaçu vão receber a atividade. Mais de 1.700 militares irão participar da operação que inclui quatro helicópteros, 13 embarcações e 48 blindados. Trata-se de um exercício de ajuda humanitária com a participação de exércitos do continente americano em um contexto simulado de desastres naturais, sendo explorado casos hipotéticos com o emprego de um esforço internacional, para proporcionar ajuda e proteção à população figurada. Esta é uma das atividades previstas pela Conferência dos Exércitos Americanos (CEA), organização internacional que possui vinte e três exércitos membros, dois exércitos observadores, duas organizações militares observadoras e dois observadores especiais. A CEA é presidida pelo Exército Brasileiro (biênio 2022-2023) e tem como tema: “A contribuição da Conferência dos Exércitos Americanos no processo de transformação e preparação do Exército do Futuro, para a expansão da cooperação e da integração no enfrentamento dos desafios e das ameaças que podem afetar a segurança e a estabilidade do continente americano”. No ano passado, a primeira fase da Operação Paraná III foi realizada no município paranaense de Cascavel e estiveram presentes, além do Brasil, doze exércitos estrangeiros: Argentina, Chile, Colômbia, Espanha, Equador, EUA, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. Coordenam e executam esta atividade o Comando de Operações Terrestres (COTER), o Comando Militar do Sul (CMS), a 5a Divisão de Exército (5a DE) e a 15a Brigada de Infantaria Mecanizada (15a Bda Inf Mec). Participam também o Corpo de Bombeiros Militar e a Defesa Civil do Paraná.De Costa Oeste