ADMINISTRADA PELA ADECADI

Secretário de Segurança de Araucária sai da prisão e pede exoneração do cargo

Lincoln Roberto Stygar foi preso por porte indevido de munições de armas de fogo em operação que apura ligação de agentes de segurança pública do município com o tráfico de drogas.


Secretário de Segurança de Araucária, Lincoln Roberto Stygar — Foto: Reprodução/Redes sociais

Um dia após deixar a prisão, o secretário municipal de Segurança Pública de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, Lincoln Roberto Stygar, pediu nesta sexta-feira (7) a exoneração do cargo. A informação foi divulgada pela prefeitura.

Stygar foi preso na manhã de quarta-feira (5) em uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Conforme o Executivo, o comando da pasta ficará com o até então diretor-geral da secretaria, o guarda municipal Cleverson Padilha.

Os decretos com as mudanças foram assinados nesta sexta pelo prefeito Hissam Hussein Dehaini. Em nota, o municípío disse ter o compromisso de colaborar com o Ministério Público em qualquer ação necessária.

Segundo João Matheus Fragoso dos Anjos, advogado responsável pela defesa de Stygar, a liberdade provisória do secretário foi concedida mediante pagamento de dois salários mínimos.

De acordo com o Gaeco, a investigação que resultou na prisão do secretário apura a ligação de agentes de segurança pública de Araucária com o tráfico de drogas. Ele foi detido por porte indevido de munições de armas de fogo.

Busca e apreensão na sede da Guarda Municipal de Araucária

Sede da Guarda Municipal de Araucária — Foto: Guarda Municipal de Araucária

Durante a operação, foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão, um deles na sede da Guarda Municipal de Araucária.

“As investigações mostram uma proximidade atípica de uma pessoa que tem que zelar pela segurança pública do município junto com esses traficantes conhecidos na cidade, seja pelo histórico criminal deles como também por diversas denúncias anônimas recebidas aqui no Gaeco”, comentou o promotor Fernando Cubas Cesar, responsável pela apuração.

O Gaeco também realizou outra operação contra o tráfico de drogas, onde três mandados de busca e apreensão foram cumpridos no bairro Capela Velha e no centro de Araucária.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 Paraná