ADMINISTRADA PELA ADECADI

Secretário por moradia popular do Paraná fala sobre os critérios e as iniciativas para os projetos de habitação


O Costa Oeste News realizou entrevista na manhã desta segunda-feira (20), com Luciano Neris, secretário por moradia popular do Paraná. Luciano respondeu a diversos questionamentos quanto aos projetos destinados ao município de São Miguel do Iguaçu, que visam garantir o direito à moradia digna para as famílias de baixa renda.Segundo Luciano, o projeto de habitação de moradia popular se baseia no plano local de habitação, de interesse social, que foi criado em 2007."Nós conseguimos um recurso do governo federal via emenda parlamentar, do então deputado André Vargas e ele repassou esses recursos ao município. O governo na época implantou todo o processo, em seguida em 2009 e 2011 foi feito todo o processo de legislação criando a política municipal de habitação. Em seguida começou a implantação dos projetos habitacionais, se começou a resolver os problemas que apareciam no município", explicou.Luciano destacou que o ponto principal do trabalho das entidades organizadoras que existem no município, que são a AMASMI e o IDESS, é pautado na lei municipal e de política de habitação junto com o plano municipal de habitação. "O plano ele tem uma vida temporal, então ele vence esse ano de 2023, o município é obrigado a revisar o plano, então esse ano, é obrigação do município fazer essa revisão. As entidades organizadoras vêm preparando relatórios e subsidiando o governo municipal com essas informações, existem reuniões mensais, então sempre é preparado, passado essas informações de como que está o processo habitacional no município", disse.De Costa Oeste