ADMINISTRADA PELA ADECADI

SMI: Programa ‘Saúde na Comunidade’ atende centenas de pessoas da Unidade Básica de Saúde Ipiranga


O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da Secretaria de Saúde, está desenvolvendo o programa ‘Saúde na Comunidade’ que atende centenas de pessoas que pertencem à Unidade Básica de Saúde Ipiranga, localizada no distrito Balneário Ipiranga e que abrange as comunidades Urussanga, Cotia, Linha Brasil, Alto Laranjita, Baixo Laranjita e Nova Brasília.Toda quarta-feira a equipe formada por médico, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde vai a uma dessas comunidades para atender de perto toda a população. “Trazemos remédios, guias de exames, além de auferir pressão, entre outros”, conta a coordenadora do programa e enfermeira, Tânia Carla Buchholz Birck.Um trabalho que tem por objetivo aproximar a equipe da Unidade de Saúde e a população. “Momento de conhecermos de perto a realidade dos usuários e dar a eles uma oportunidade de um atendimento rápido”, conclui Tânia.Além disso, o programa incentiva um aspecto importante quando se trata de saúde: a prevenção. “Devido ao difícil acesso de alguns usuários até a UBS, eles desistem e não realizam exames periódicos e de rotina. E esse programa facilita a vida dos moradores”, destaca a médica Maurinete Damaceno Ferreira Mendes.A moradora da comunidade da Linha Cotia, Maristela Malaggi, disse que os usuários participam ativamente desse programa e em todo encontro há muitos moradores presentes. “É um incentivo para cuidar da saúde dos moradores de nossa comunidade e somos gratos pela equipe se dispor e vir aqui”, avaliou.O presidente da comunidade Linha Cotia, Deoclides Antônio Malaggi, conhecido como Bianco, avaliou como um trabalho muito importante. “Ter toda a equipe da saúde aqui todo mês é uma benção”, destacou.Para a Agente Comunitária de Saúde, Angélica Maria May, é um sonho realizado. “A gente percebia que muitas pessoas só iam à Unidade de Saúde em extrema necessidade e não tinham o hábito da prevenção, agora é diferente”, falou.O prefeito Boaventura Motta esteve acompanhando o encontro realizado na última quarta-feira, 17. Ele lembrou do período de 03 anos que morou na comunidade e destacou a importância dessa proximidade, com o serviço indo até os munícipes que encontram dificuldades para ir até a Unidade de Saúde. “Quanto mais conseguirmos chegar até perto dos moradores melhor para que, assim, tenham acesso ao serviço público gratuito e de qualidade”, finalizou o prefeito.De Costa Oeste