ADMINISTRADA PELA ADECADI

STJ determina que vice-prefeito de Colombo suspeito de desvio de dinheiro para compra de livros infantis volte ao cargo

Justiça Federal havia determinado afastamento por seis meses, mas decisão foi derrubada por ministro do STJ. Defesa nega irregularidade em contratos.


Vice-prefeito suspeito de corrupção poderá voltar ao cargo por decisão do STJ

Vice-prefeito suspeito de corrupção poderá voltar ao cargo por decisão do STJ

O ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou, nesta terça-feira (19), que o vice-prefeito de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), Alcione Luiz Giaretton, seja reconduzido ao cargo.

Conhecido como Professor Alcione, ele estava afastado desde o fim de fevereiro deste ano por suspeita de envolvimento em um esquema de desvio de dinheiro da compra de livros infantis.

A defesa dele nega qualquer irregularidade nos contratos da Secretaria de Educação.

Na época, Alcione também ocupava o cargo de secretário municipal de Educação de Colombo. O suposto esquema foi alvo da Operação Liber, da Polícia Federal (PF).

Professor Alcione, vice-prefeito de Colombo (PR) — Foto: Reprodução/RPC

De acordo com a investigação, o vice-prefeito é suspeito de fazer parte de uma organização criminosa que fraudava licitações para desviar recursos federais da compra de livros infantis.

Alcione é investigado por corrupção ativa e passiva, associação criminosa, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

A Justiça Federal determinou o afastamento dele das funções públicas por 6 meses, além de bloquear R$ 2 milhões em bens, veículos e imóveis.

O retorno

O ministro do STJ atendeu parcialmente a um pedido da defesa do vice-prefeito.

Na decisão, o ministro disse que “a medida (afastamento) se mostra excessiva”, e que “ao menos até o presente momento, não foram expostas situações que indiquem que o exercício da função de vice-prefeito causaria alguma influência na continuidade das infrações penais”.

Apesar de determinar o retorno para o cargo de vice-prefeito, a decisão mantém Alcione afastado da função de secretário de Educação.

A Prefeitura de Colombo informou que ainda não foi notificada da decisão do STJ. A Procuradoria-Geral da República (PGR) disse que não vai comentar o caso.

Mais assistidos do g1 PR