ADMINISTRADA PELA ADECADI

VÍDEO: Bebê de 11 dias é salva de engasgo por policiais militares no Paraná

A gravação feita pelos policiais militares mostra a chegada da equipe ao local. A avó é quem recebe os três policiais com a menina Lorena no colo. Na sequência, eles iniciam a manobra Heimlich (veja como aplicar mais abaixo). Ao fundo, a mãe chora desesperada.

Imagens mostram percurso até a casa, desengasgo da bebê e chegada de equipe do Samu. — Foto: PM-PR/Arapongas

Instantes depois, vem a notícia que todos esperavam: “Ela está respirando, ela está respirando”, diz um dos policiais.

A mãe abraça a bebê, que na sequência é atendida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel (Samu). O policial que faz as imagens ainda vai até a ambulância e se emociona ao ouvir o choro da menina.

‘Gratidão a cada um deles’

Lorena passou a noite na Santa Casa de Arapongas com a avó e a mãe. Exames mostraram que ela está bem, por isso teve alta na manhã deste sábado (22). Agora, com a filha no colo, é Luana que ainda precisa se recuperar do susto, mas o sentimento é muito mais de alívio e de gratidão.

“Nossa, eles foram as pessoas que salvaram a vida da minha filha, eles foram heróis na vida dela. Chegaram a tempo, rápido e salvaram a vida dela. Gratidão enorme, que Deus abençoes cada um deles que esteve aqui”, disse emocionada a mãe da bebê.

O soldado Diego Duarte, que salvou a menina, conta que já na formação policial se preparou para esse tipo de trabalho, mas que esta foi a primeira vez a manobra na prática.

“Graças aos conhecimentos adquiridos da polícia do Paraná, sempre ministrados pelos instrutores do Corpo de Bombeiros, a gente conseguiu fazer a manobra no tempo cabível e obtendo êxito”, afirmou o policial.

Manobra de Heimlich

Como aplicar manobra para desafogar bebês

Como aplicar manobra para desafogar bebês

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 94% dos casos de asfixia por engasgo ocorrem em crianças menores de sete anos.

Para bebês de até um ano, a orientação é que sejam dadas cinco batidas com a mão na região das costas, com a criança com a cabeça virada para baixo, seguidas de cinco compressões na frente, até que o corpo estranho seja expelido ou a criança volte a responder e reagir. Veja no vídeo acima.

Para crianças maiores e adultos, o ideal é a aplicação da manobra de Heimlich, segundo o Ministério, que consiste em compressões abaixo das costelas, com sentido para cima, abraçando a criança por trás até que o corpo estranho seja deslocado da via aérea para a boca e expelido.

VÍDEOS: Mais assistidos g1 PR